Burkhard Schafer – palestrante

O Professor Burkhard Schafer é Diretor e Co-fundador do Centro SCRIPT para TI e Direito de PI da Universidade de Edimburgo. Ele é formado em linguística da computação, filosofia, lógica e direito pelas Universidades de Munique, Mainz e Lancaster. Seu principal campo de pesquisa é a interface entre direito, tecnologia da computação e ciência de uma perspectiva jurídico-comparativa. Ele foi PI ou Co-I em projetos de pesquisa com financiamento totalizando mais de £20 milhões, recebidos de conselhos de financiamento do Reino Unido, União Européia, Alemanha e Noruega. Mais recentemente recebeu dois aportes EPSRC em “Sistemas Autônomos Confiáveis” e “AISEC: AI Secure by Design”, um aporte Nordforsk em Direitos Humanos e Vigilância, e o RCUK financiou o Centro de pesquisa sobre Direitos Autorais na Economia Digital CREATE, onde também atuou no conselho de administração.

Burkhard publicou mais de 120 artigos na área de direito e tecnologia, trabalhando em estreita colaboração com usuários de pesquisa na indústria de serviços jurídicos e na polícia. Ele foi membro do Painel de Lei e Ética do grupo de trabalho do Gabinete do Reino Unido sobre Big Data na Administração Pública e atualmente é membro do Grupo de Ética em Dados do Alan Turing Institute, membro do grupo de especialistas “Ethical Digital Scotland” do Governo escocês, membro do grupo consultivo “Novas tecnologias em policiamento” da Police Scotland, e membro do painel de especialistas da AI4Society, uma iniciativa da UE em IA ética. Ele é um pesquisador externo sênior no Centro Canadense de Pesquisa em Inovação Social, membro do conselho da iniciativa de pesquisa Fatores Humanos na Transformação Digital austríaca. Ele foi consultado como especialista pelo governo do Reino Unido sobre a regulamentação de carros automatizados, pela Law Society da Inglaterra e País de Gales em Algoritmos na prática jurídica, pela Law Society da Escócia em educação jurídica e tecnologia jurídica, pelo governo do Estado de Washington sobre a regulamentação de drones civis e pela Scottish Law Commission on Data Protection Law sobre o direito a um julgamento justo. Ele supervisionou 14 alunos de doutorado.